A Quinta das Camélias

A Quinta das Camélias situa-se na Região Demarcada do Dão, na aldeia de Sabugosa, a 14 Km de Viseu. É uma propriedade de 23 ha com uma área de vinha de 15 ha. Trata-se de uma propriedade adquirida em 2002, por Jaime de Almeida Barros, tendo sido necessário, proceder à reconversão total das vinhas existentes, devido à situação de semi-abandono em que a quinta se encontrava.

O início das práticas vitivinícolas na região do Dão perde-se na memória dos tempos, sendo por demais evidentes os indícios remotos desses trabalhos. As “Lagaricas” ou “Lagaretas”, depressões escavadas na rocha, utilizadas na extracção do sumo das uvas, são o paradigma desses vestígios ancestrais. Na carta de Couto do Mosteiro de Lorvão, do ano de 1183, “Sabugosam” é uma das suas vilas referenciadas, sendo já então naquele Mosteiro, muito apreciado, o vinho daquele termo. De acordo com o referido pelo filho do anterior proprietário da Quinta, o fornecimento de vinho à Embaixada de Portugal, nos Estados Unidos da América, na década de 1940, por indicação expressa do então embaixador Dr. Pedro Teotónio Pereira, era efectuado a partir do vinho produzido na Quinta das Camélias, sendo as respectivas barricas lacradas com a chancela da Embaixada.